Veja 8 dicas para planejar um mochilão e curtir muito

planejar um mochilão

Confira algumas dicas que te ajudarão na hora de planejar o seu mochilão

Deseja planejar um mochilão, mas não sabe por onde começar? Calma, isso é supernormal. Fique tranquilo e com calma, siga nossas dicas de como planejar um mochilão.

Tenha em mente que pensar no destino, roteiro, hospedagem e orçamento são os elementos fundamentais para planejar um mochilão.

Se você tem dúvidas, fique tranquilo ,pois esse texto foi preparado para você.

1. Descubra qual o seu estilo de mochilão

planejar um mochilão

Decidir qual o estilo de lugar no qual você deseja estar é fundamental para o desenrolar do seu planejamento

Primeiro de tudo, você precisa descobrir o que gosta para definir o estilo do seu mochilão. Prefere ficar dias na natureza, se aventurando em atividades como trekking e cachoeiras? Ou prefere algo mais urbano, como visitar museus e restaurantes e fazer compras?

2. Defina o destino e o tempo para a viagem

planejar um mochilão

Calcule o tempo e destinos em que você imagina visitar para aproveitar sua viagem da melhor maneira possível

Após descobrir o seu estilo de viagem, liste lugares que gostaria de conhecer. Pesquise e se informe bastante sobre os lugares para ajudar na escolha. O site da Rede Brasileira de Blogueiros de Viagens e o fórum Mochileiros são boas opções para pesquisa. Com a escolha do destino, defina o tempo disponível para realizar a viagem.

3. Saiba o que avaliar ao montar um orçamento

planejar um mochilão

Além de juntar aquela grana, é ideal fazer diversos orçamentos antes de viajar

Verifique quais os meios de transporte disponíveis para chegar ao destino e o custo de cada um. Identifique os principais pontos que deseja conhecer e veja qual a melhor região para a hospedagem. Conheça os preços dessa área: restaurante, hostel, hotel, entre outros.

Se a viagem for para o exterior, consulte o valor da moeda local e das taxas de câmbio para ter uma base. Um seguro viagem também é muito útil e, na maioria dos países da Europa, obrigatório.

Ingressos para pontos turísticos e deslocamentos internos como trem, barco, carro e avião devem ser calculados. Se possível, compre com antecedência para evitar imprevistos. Às vezes sai até mais barato, você evita filas e otimiza o tempo.

Colocando tudo no papel (ou em uma planilha), fica fácil de ter uma visão ampla dos seus objetivos. Cruze essas informações com seu orçamento e veja se é preciso fazer alguma adaptação. Deixe uma quantia destinada a imprevistos. Caso aconteçam, você estará preparado.

4. Crie o seu roteiro

planejar um mochilão

Planejar o seu roteiro é essencial e evita possíveis transtornos em sua viagem

Liste as cidades e atrações que deseja incluir na viagem; o tempo e o deslocamento entre elas; os locais onde deseja se hospedar; opções de restaurantes e lojas para visitar. Depois, distribua esses itens durante os dias disponíveis para a viagem.

Deixe espaços livres. Se acontecer algo fora do planejado, você terá tempo para se organizar novamente. E se surgir algo novo, você pode usar o seu tempo livre.

5. Tenha itens fundamentais

planejar um mochilão

Estar com seu celular sempre carregado é essencial durante sua trip, confira alguns carregadores portáteis aqui

Documentação e passaporte em dia, com cópias autenticadas para uma emergência, é um cuidado que todo turista deve ter. Como o próprio termo sugere, leve uma mochila. Coloque nela: tênis confortável, carregador portátil, remédios, porta-dólar e contatos de familiares e amigos próximos.

6 – Seja flexível com a hospedagem

O objetivo do mochilão é conhecer e aproveitar bem o máximo de destinos possíveis. Portanto, a hospedagem não é o item mais importante. Seja flexível e esteja aberto a ambientes compartilhados, como hostel e albergue. Além de serem mais baratos, eles possibilitam uma troca cultural muito maior do que em hotéis.

7. Identifique a melhor forma de usar o dinheiro

planejar um mochilão

Invista em moedas onde você tenha que pagar o menor imposto possível

Viajando para o exterior, o ideal é levar dólares e euros para trocar nas casas de câmbio do destino. Isso porque o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) costuma ser alto e você terá que pagar por cada movimentação da sua conta.

8. Tenha paciência para planejar um mochilão

planejar um mochilão

Planejamento + paciência : A chave para um bom mochilão sem transtornos

Um mochilão leva tempo, desde o planejamento até a execução. Pesquise, se informe e calcule com calma. Aproveite para ir economizando. Toda essa paciência será transformada em uma viagem inesquecível e, no fim, todo o esforço valerá a pena.

Colocando tudo no papel, você descobrirá quanto terá que gastar, qual o valor disponível e, assim, definirá o orçamento que guiará o roteiro da viagem. No fim, você terá orgulho de planejar um mochilão. A viagem terá muito mais valor porque você terá participado de todo o processo. Essa experiência proporcionará momentos únicos e inesquecíveis.

Para saber mais sobre a hospedagem compartilhada citada nesse texto, confira o texto melhores hostels: conheça os 10 mais descolados do mundo.

Deixe uma resposta